Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

CHAMAMENTO DE DEUS (Série Livres do Egito)

Ex 3:10
INTRODUÇÃO:

W   Como de todos é sabido, a história bíblica tem seu início na Babilônia e a seguir se transfere para o Egito, país fundado logo após o Dilúvio por Mizraim, um dos filhos de Cão. Por tal motivo, ele é também conhecido por “Terra de Cão”.
W   Quando Moisés nasceu o Egito estava sob o domínio de “um rei que não conhecera José”, (Ex 1.8), um Faraó extremamente opressor. Foi uma época de tortura sem limite para os filhos de Abraão.
W   Moisés era filho de Anrão e Joquebede. Seu pai era da tribo de Levi. Seus dois irmãos eram Arão e Miriam. Arão veio a ser o primeiro sumo-sacerdote em Israel e porta-voz de Moisés perante Faraó e o povo de Israel. Miriam é mencionada como profetisa.

Ø  AS QUALIDADES PESSOAIS DE MOISÉS.
ð Homem de profunda fé (Hb 11.23-28; Nm 10.29; Dt 9.1-3).
ð Em Números 12.3 ele é mencionado como homem mais manso da terra.
ð Foi um extraordinário líder, pois conduziu cerca de 3 milhões de pessoas em uma jornada de quarenta anos, através do deserto, fato nunca repetido na História.
ð Deus lhe concedeu um atestado de fidelidade absoluta (Nm 12.7; Hb 3.2-5).
ð Foi um homem extremamente leal aos interesses de sua raça (Hb 11.24-26).
ð Revelou possuir um caráter magnânimo e era incapaz de reter na alma mágoa ou rancor contra qualquer pessoa (Nm 1.29).
ð Várias vezes revelou ser obediente (Ex 7.6; 40.16,17, 21).
ð Moisés foi um homem poderoso em palavras  e obras (At 7.22):
A.   Poderoso diante de Deus
B.   Poderoso diante de Israel
C.   Poderoso diante de Faraó
Essa ordem jamais poderia ser alterada. Para ser poderoso diante do seu povo, deveria por primeiro ser poderoso diante de seu Deus. A conseqüência natural de haver sido poderoso diante de Israel foi tornar-se poderoso diante de Faraó. Sirva-nos de exemplo e estímulo esta grande lição.
ð As escrituras o chama 18 vezes de servo do senhor.
ð A Bíblia concede a Moisés o conceito de Profeta sem igual (Dt 34.10).
ð Foi um poderoso intercessor:
A.   Intercedeu por Faraó (Ex 8.12,13; 9.33; 10.18,19).
B.   Intercedeu por Israel (Dt 33.6-17; Sl 106.23).
C.   Intercedeu por Miriam (Dt 9.20).
D.   Intercedeu por Arão (Dt 9.20).
ð Foi um grande poeta.
A figura de Moisés como Juiz pode ser apreciada, por exemplo, em Ex 18.13.
O historiador Moisés pode ser apreciado nos cinco primeiros livros da Bíblia.
Destacamos em Moisés a figura do legislador (Dt 33.4).

Ø  MOISÉS, UM TIPO DE CRISTO
Outra preciosa lição que temos na vida de Moisés diz respeito à semelhança entre sua pessoa e a do Senhor Jesus. Isto significa que Moisés foi um tipo de Cristo. As comparações que seguem entre esses dois personagens situam-se, portanto, no terreno da TIPOLOGIA. Moisés certamente foi o mais notável tipo pessoal do Senhor Jesus.
1.    Ambos nasceram em época de escravidão, sob o domínio gentílico.
2.    Ambos foram ameaçados de morte e escondidos durante determinado período de sua infância.
3.    Ambos tiveram estranhos “berços”. Moisés um cesto; Jesus, uma manjedoura.
4.    Ambos tiveram pais adotivos.
5.    Ambos jejuaram 40 dias.
6.    Ambos foram libertadores de seu povo.
7.    Ambos enfrentaram terríveis impérios. Moisés enfrentou o império de Faraó. Jesus enfrentou o império da morte, na pessoa de Satanás.
8.    Ambos edificaram tabernáculo. Jesus falou do tabernáculo de Seu próprio corpo e é edificador da Igreja.
9.    A Bíblia menciona a ambos como MEDIADORES.
10. Ambos procuraram esposas gentílicas.
11. Ambos demonstraram autoridade sobre o mar.
12. Ambos foram grandes intercessores.
13. Ambos deixaram uma posição exaltada para sofrer por Israel.
14. Ambos ofereceram voluntariamente suas vidas em favor do povo.
15. Ambos alimentaram multidões.
16. Ambos reapareceram depois de sua morte.

TRANSIÇÃO: DEUS USOU 4 SITUAÇÕES PARA PREPARAR MOISÉS PARA IR CONFRONTAR OS DEUSES DO EGITO.

1.             DEUS USOU OS SEUS FRACASSOS PARA ATRAÍ-LO A SUA PRESENÇA.

Diante da Sarça e de Deus está um homem quebrado, ferido e fracassado.
Moisés falhou em sua primeira tentativa de ser um libertador por dois motivos.
a)   Agiu antes do tempo (2:11,12).
b)   Agiu em sua própria força (2:12,13).                                             
ð AGIR EM NOSSA PRÓPRIA FORÇA NÃO GERA SUCESSO, MAS FRACASSO.     O fracasso levou-o a experimentar rejeição (2:14).
O fracasso leva-nos a fugir do contexto real do sonho (2:15)
ð Fracassar não foi uma experiência somente de Moisés é de muitos como nós                        Tg 3:2 Todos nós tropeçamos de muitas maneira ... Ecl 7:20  Não há ninguém na terra que faz o que é certo todo o tempo e que nunca cometa um engano.
George Washington perdeu 2/3 das batalhas que lutou. Mas ganhou a guerra e depois tornou-se presidente dos Estados Unido.                                                                             
Napoleão Bonaparte formou-se no colegial em 42º lugar numa classe de 43 alunos. Dali ele saiu para conquistar a Europa.                                                                                                            
John Creasy um famoso romancista americano escreveu 564 livros. Mas antes do seu primeiro livro ser publicado ele recebeu 753 bilhetes de editores rejeitando seus escritos. 
R. P. Macy fundador da rede de lojas Macy´s nos Estados Unidos, uma das cadeias de lojas mais finas no mundo, experimentou 7 vezes a falência antes de abrir sua primeira loja de sucesso.

ð   Nosso primeiro grande fracasso vem quando desistimos de tentar ou quando decidimos parar de tentar. Ao lidarmos com o fracasso de Moisés aprendemos algumas lições:
                                                                                                                           
1.             Deus usa nosso fracasso para nos levar ao sucesso de sua vontade. Êx 3:1-10
2.             Nosso fracasso pode nos levar a um deserto de avaliações 3:1.
3.             O deserto do fracasso é sempre um local de aprendizado.
O FRACASSO LEVOU MOISÉS A UM CONTEXTO PARA SER ACHADO POR DEUS 3:2-6.   O contexto do quebrantamento.

2.             DEUS USOU O DESERTO DE MIDIÃ PARA TRABALHAR NO SEU TEMPERAMENTO (EMOCIONAL) E EM SUA PERSONALIDADE.

Certamente pareciam intermináveis para Moisés os 40 anos passados no deserto.
No entanto, isto fazia parte da disciplina de Deus para o futuro libertador de Israel.
ð  Foi assim com Davi, no Deserto de Parã.
ð  Foi assim com o profeta Elias, no Deserto de Berseba.
ð  Foi assim com João Batista no Deserto da Judéia.
ð  Foi assim com o apóstolo Paulo no Deserto da Arábia.

W            QUE LIÇÕES APRENDEMOS NO DESERTO?
1.    Aprendemos a procurar sempre entender o verdadeiro significado da solidão. Freqüentemente é quando nos afastamos dos homens que mais – e melhor – nos aproximamos de Deus.
2.    Aprendemos a esquecer as fantasias da vida: Luxo, beleza, egoísmo, competições... No deserto essas coisas perdem totalmente o seu significado.
3.    Aprendemos a admirar os valores permanentes da vida.
4.    Aprendemos a eliminar as miragens da alma.
5.    Aprendemos a eliminar a influência de outras vozes, que não as humanas.
6.    Aprendemos a encontrar o caminho do sobrenatural.
7.    Aprendemos a alcançar o monte de Deus.

Nunca nos esqueçamos de que o deserto está em baixo. Portanto, é preciso descer ao deserto para subir ao Monte de Deus.

3.             DEUS USOU O MONTE E O FOGO PARA CHAMAR A MOISÉS.

W   Cada homem de Deus deve Ter sua experiência do monte e no monte, isto é, deve ter alguma experiência de comunhão íntima, pessoal, privada, com Deus. A Bíblia ensina que na vida de cada importante homem da História está sempre presente algum monte.
·      Noé no Monte Arará (Gn 8.4);
·      Abraão no Monte Moriá (Gn 22);
·      Elias no Monte Carmelo (I Rs 18);
·      Josué no Monte Gerezim (Dt 28);
·      Jesus no Monte Calvário (Mt 27)

Ø  QUE SIGNIFICA TAIS MONTES?

·      Arará é o Monte do Repouso. Temos que aprender a descansar, esperar em Deus.
·      Moriá é o Monte do Testemunho da Fé.
·      Gerezim é o Monte da Benção.
·      Calvário é o Monte da Redenção.
Subir ao Monte de Deus é uma decisão pessoal. A Bíblia declara que Moisés veio.

Ø  QUAIS AS IMPLICAÇÕES DE SUBIR O MONTE?

1.    Requer visão (Ef 1.17,18);
2.    Requer forças (Is 40.31);
3.    Requer renúncia – deixar as coisas de baixo (Cl 3.1,2).

DEUS USOU O FOGO QUE NÃO CONSOME PARA CHAMAR A MOISES.
Fogo é um símbolo da presença de Deus.
Fogo é um símbolo da glória de Deus.
Fogo é um símbolo do Espírito de Deus.

Ø  TODO O MINISTÉRIO GENUÍNO TEM A MARCA DO FOGO.

ð   O fogo purificador, como na vida de Isaías;
ð   O fogo do sacrifício, como na vida de Abraão;
ð   O fogo da presença de Deus, como na vida dos companheiros de Daniel;
ð   O fogo das tribulações, como na vida de Paulo;
ð   O fogo da glória de Deus, como na vida de Elias;
ð   O fogo do Pentecostes, como na vida  dos discípulos que foram convertidos em apóstolos, no Dia de Pentecostes.

Ø  NUNCA SABEMOS TANTO QUE NÃO PRECISAMOS DE NOVAS EXPERIÊNCIAS.

ð  A rotina é um perverso inimigo do triunfo.
ð  Quando estacionamos, começamos a fracassar.
ð  A porta das coisas novas de Deus nunca se fecha.
ð  Desprezemos as inovações e aceitemos as novidades de Deus.

4.             DEUS USOU O CAJADO – OS MEIOS NATURAIS PARA A OPERAÇÃO DO SOBRENATURAL.

A vara que se transforma em serpente: "Então o Senhor lhe perguntou: "Que é isso em sua mão?”“ Uma vara”.
Era apenas uma vara, o cajado do pastor, que Moisés tinha na sua mão. Uma coisa de nada, sem valor, uma coisa em que não se reparava quando na mão de um pastor. No entanto, aquela vara ficaria na história de Israel.
Ex 4:2 a vara de um pastor, uma vara qualquer. Apenas mais uma.
Ex 4:17 a vara de um profeta, (esta vara) um instrumento especifico. Consagração.
Ex 4:20 a vara de Deus, (Já não é posse do Pastor, nem do profeta é algo pra glória de Deus.


CONCLUSÃO: OFEREÇA A DEUS O SEU MOISÉS ESTA NOITE, faça como Joquebede, Deus quer consagrações de Filhos e Filhas no altar. Essa geração não pode ser perdida de vista, vamos orar pelos novos Moisés.

CONTATOS COM O PASTOR NILTON JORGE:
https://www.facebook.com/Pr.NiltonJorge
Email, niltondalani@gmail.com
Telefones: Vivo (22) 998746712 Whatzapp / ou Tim (22) 981358547

Um comentário:

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.