Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

OS 4 ESTÁGIOS DE UMA VIDA EXTRAORDINÁRIA

Tg 17:1
INTRODUÇÃO:
è Com a divisão de Israel Reino norte e Reino Sul: Reino Sul composto de 2 tribos, Judá e Benjamim tendo como capital Jerusalém.
Reino Norte composto de 10 tribos de Israel, cuja capital foi em Samaria. O reino do norte estava mergulhado no mais profundo obscurantismo espiritual.
·      Podemos descrever o reino do norte de Israel como:
ü Corrupto, inescrupuloso, espiritualmente obscuro, cheio de grupos criminosos, com leis opressoras. A religião mancomunada com o estado havia se apartado da verdade e se capitulado a idolatria vil, arrastando o povo para as práticas mais degradantes.
ü Os 19 reis que governaram num período de 205 anos foram todos ímpios. As oito dinastias forma uma secessão de: ambição, idolatria, traições e assassinatos.
ü O rei Acabe começou a reinar depois de 6 monarcas fracassados, seu reinado durou 22 anos oprimindo o povo, ganhando o apelido de pior rei de Israel. Se não bastasse casou-se com Jezabel, uma das mulheres mais cruéis do mundo: era autoritária, idólatra e assassina. Jezabel inundou a terra com o sangue dos profetas de Deus e cobriu a terra com a idolatria implantando o culto a Baal, um ídolo pagão, chamado de deus da fertilidade.
v Nesse período de perversão, idolatria e apostasia, é que surge Elias com uma mensagem urgente de Deus.
·      A vida de Elias referendava o seu ministério. Ele desce das Montanhas de Gileade de um lugar chamado Tisbé, um lugar desconhecido e obscuro, não há genealogia, não títulos, não tem diplomas, sem ferências e sem projeção social. Seu nome era uma resposta para a apostasia de Israel, Elias significa: Jeová é o meu Deus ou Deus está vivo.
·      Ele se apresenta na corte de Acabe pra bradar que Baal não era deus. Ele diz que não haveria chuva nos próximos 3 anos e meio em Israel, e que a fome reinaria sobre a terra. Ao Deus da fertilidade ele diz Jeová vai fechar os céus.
·      Deus não precisa de estrelas para fazer a sua obra. A maior necessidade hoje é de homens, que conheçam a intimidade de Deus, homens que tenham fome de Deus.
·      Elias é um referencial para nós, visto que Tiago 5:17 diz: “é um homem sujeito as mesmas paixões que nós, e orou com fervor”. Ele se identifica com nossa vida diária em dois níveis.
1º Fraqueza: Era sujeito as mesmas inclinações carnais.
2º Poder: Era um homem de altar e intimidade com Deus.

TRANSIÇÃO: Esses dois níveis de identificação a nossa semelhança, também se encontra nos lugares onde Deus o enviou. Lugares esses que eu chamo de: OS 4 ESTÁGIOS DE UMA VIDA EXTRAORDINÁRIA.

1.             O PRIMEIRO ESTÁGIO É UM VIVER NA MEDIDA PLENA DO ESPIRITO SANTO 1Rs 17:1-3.

*   O RIBEIRO E QUERITE: é um riacho que nasce nos montes de Efraim e percorre na região da alta Galiléia e deságua no rio Jordão, esta região se chama de Transjordânia, mas precisamente no oriente dessa região a leste do rio Jordão é que Elias foi se esconder.
*   O nome Querite deriva do verbo hebraico “cha-Vath” que significa: CORTAR, COLOCAR NO TAMANHO CERTO. O sentido da palavra “Cha Vath” é pegar um pedaço de madeira para construção, deixando-a do tamanho correto para ser usado.
a)   O Querite para Elias era um lugar de refúgio e treinamento. Deus trabalha em nós, por nós e através de nós. (Para prevalecer em público, é preciso ser treinado em secreto), antes de se apresentar aos homens com uma mensagem Elias aprendeu a estar a sós com Deus.
b)   Uma das palavras mais difíceis de ser ouvida é “esconda-te”, “fica oculto”. A solidão do Querite não é fracasso ou retrocesso, mas treinamento. (consagração a Deus é o primeiro passo para ser usado por Deus, todos os grandes Deus, antes de serem usados por Deus se esconderam no cadinho de Deus).
c)    Deus tem uma medida de fé, de graça, de intimidade e unção, para nós no Querite. Elias precisava aprender a lição de subir de estágio de cheio do Espírito Santo para, mover-se no poder do Espírito Santo.
d)   O Querite é um tempo, um estágio, não é permanente. Quando a medida estiver completa, a ordem é sair e apresentar-se. Ficar tempo demais no Querite, além do necessário é esconder talento, é encavernar os dons espirituais, é guardar para si o alimento para os outros, é negligenciar o chamado.

2.             O SEGUNDO ESTÁGIO É MESMO NA FORNALHA HAVERÁ HONRA 1Rs 17:9.

·      Nessa segunda ordem a Elias Deus estava burilando a sua joia. Elias ia ser refinado por Deus. A palavra Serepta significa Fundir ou refinar. Serepta quer dizer cadinho (uma vasilha em forma de concha, que se colocava a prata ou ouro pra ser levada ao fogo pra refinar-se, quando estava no alto calor da fornalha derretia-se e toda sujeira e mistura de outros metais formava uma nata por cima da prata ou ouro líquido, e o acrisolador com uma escumadeira retirava a sujeira já separada da prata ou do ouro).
*   A fornalha apenas consome as impurezas enquanto purifica o ouro. Deus não dá folga, Ele não Alivia nas provas. Antes de Elias ser usado poderosamente por Deus, ele precisava ser Moído. (Deus só usa homens quebrantados).
a)   Na Fornalha não somos nós quem é queimado, mas as amarras de nossas vidas. (O fogo de Deus é libertador), Tg 5:17 diz que Elias era sujeito as mesmas paixões, inclinação para o pecado. Em 1Rs 17:18, quando o filho da viúva morre ela diz ao profeta: “...vieste para lembrar-me do meu pecado?” Alguns eruditos afirmam que essa mulher em tempo de crise e viuvez em sua pobreza alimentava a sua casa prostituindo-se. Não que Elias tenha caído mas, tenha sido tentado, pois morou com ela durante um ano. (Antes de Elias mover-se no poder do Espírito Santo, ele precisava ser depurado; Deus em Serepta tira o melhor de nós para a gloria d’Ele). Deus levou Elias para Serepta para tirá-lo da região controlada por Acabe 1Rs 17:9.
b)   Na fornalha de Deus aprendemos a prevalecer em oração 1Rs 17:21,22. A profecia do cap.17:1 é acompanhada de oração segundo Tg 5:17. Quando seu ministério foi colocado em prova ele orou com insistência.
·      Só prevalece na fornalha quem prevalece na oração.
c)    É na fornalha divina que vem nosso reconhecimento. 1Rs 17:24 não somos reconhecidos como Homens (a) de Deus nas bonança ou quando estamos derramando azeite. Não somos reconhecidos quando estamos vivendo em sucesso no nosso ministério, mas quando prevalecemos em oração em tempo de fornalha.

3.             O TERCEIRO ESTÁGIO DE UMA VIDA EXTRAORDINÁRIA É QUE SÓ FRUTIFICAREMOS VIVENDO EM LUGARES ALTOS. 1Rs 18:19.

·      Deus usa o Querite como vara de medir e o Serepta como fornalha de fundir, mas agora no Carmelo Deus leva Elias para que ele frutifique. Carmelo significa, vinha de Deus ou jardim florido. O Carmelo está a 600 metros de altura do nível do mar mediterrâneo, o monte formava uma cordilheira com 30 kilômetros de comprimentos. Ali foi o palco onde travou-se a batalha dos deuses.
·      Nossas conquistas não são liberadas no nível de vida terrena, a vida extraordinária é conquistada nas regiões celestiais.
·      Deus preparou Elias para ser um confrontador:
a)   Elias confrontou o rei Acabe chamando-o de perturbador de Israel (1Rs 18:18).
b)   Confrontou o povo, chamando-o de inconstante e indeciso (1Rs 18:21).
c)    Confrontou os profetas de Ball, escarnecendo de suas crenças vãs (1Rs 18:19,27).
d)   Confrontou as fortalezas do inferno no seu próprio território.
·      No Carmelo Elias estabelece dois meio de contato com Deus:
a)   Um altar restaurado, sem misticismos, sem sincretismo.
b)   Um holocausto que significa Subir. Ele restaura o altar da adoração, da oração e da comunhão. O fogo e a chuva desceram do céu porque Elias subiu. Se quisermos que Deus venha temos que subir.
1.    Quem quer vida extraordinária não se limita a ficar no meio do caminho em sua busca pelo relacionamento com Deus. Elias subiu uma parte do Carmelo para fazer o holocausto, mas não se satisfez com o fogo, então foi ao cume do monte para receber chuvas abundantes. Elias queria mais.
2.    Em busca de uma vida extraordinária e frutífera há uma linha tênue entre a montanha e o vale. Sempre depois de uma batalha á um momento de esgotamento, ou avançamos para o Horebe ou morreremos em Berseba. Berseba é biblicamente é um lugar de decisões e recomeço.
*   Obs: Não foi Deus quem mandou Elias para Berseba, ele decidiu se entregar a depressão e fugiu. Quando saímos da vontade de Deus, tudo o que temos pela frente é um deserto sombrio.
3.     Decidir sair de Berseba para subir a montanha do Sinai ou Horebe biblicamente é voltar as origens. Para voltar as origens e frutificar Elias tomou 3 atitudes:
a)   Ele teve que sair da zona de conforto e entrar na presença de Deus.
b)   Ele teve que crer e estar aberto a coisas novas de Deus.
c)    Ele teve que voltar pelo mesmo caminho de onde parou. No vaso ainda havia unção.

4.                  O QUARTO ESTÁGIO DE UMA VIDA EXTRAORDINÁRIA É VIVER PERSEVERANTE PARA TER A PORÇÃO DOBRADA DO ESPÍRITO SANTO.

·      O nome Jordão significa: descedor ou aquele que desce. Apesar de descer e desembocar no mar da Galiléia e, por conseguinte no mar morto, o Jordão que desce nasce nas montanhas da Síria, percorrendo 320 kilômetros de norte para o sul da palestina. O Jordão figura nas escrituras 3 coisas:
a)   O novo nascimento (pois nasce do alto).
b)   A abundancia de vida (apesar de barrento por onde passa ele alimenta com peixes).
c)    Uma vida no Espírito, pois ele faz a divisão do ocidente com o oriente.

*   A porção dobrada era para o filho primogênito. O filho primogênito espiritual de Elias era o moço que estava no Carmelo orando, porém ficou em Berseba.
·      Porção dobrada não é pra quem chega primeiro, mas para quem não desiste nunca.
·      Na desistência desse moço Deus achou Eliseu. Mesmo quando a casa dos profetas estava desacreditada Eliseu estava de olho na porção dobrada da unção.
·      EXISTE 3 CHAVES PARA RECEBER A PORÇÃO DOBRADA:
1)   Você tem que ficar um pouco mais perto 2Rs 2:7. Os discípulos da casa dos profetas estavam satisfeitos em seguir a Liderança de Elias de longe, estavam satisfeitos com um relacionamento a distancia, estavam próximos mais não perto.
2)   Você tem que ir um pouco mais longe 2Rs 2:6. Você tem que ir onde a glória de Deus está.
*   Não pode parar em Betel, lugar da religiosidade.
*   Não pode parar em Gilgal, lugar da historicidade do passado.
*   Não pode parar em Jericó, lugar da contaminação e influencia com o pecado.
*   Não pode parar diante do Jordão, lugar do altar, você tem que ir além, atravessar as águas profundas.
3)   Você tem que querer um pouco mais 2Rs 2:9,10. Você não terá uma porção dobrada por acidente, você tem que desejar e obstinadamente buscar essa porção.

CONCLUSÃO:
Esses lugares por onde Elias passou transmite para nós como viver uma vida extraordinária. E aprendemos que vida Extraordinária é o que Deus tem para nós.
Não é Medíocre a vida de Cristo para a sua Igreja, é vida em abundancia.

Contatos com o Pr. Nilton Jorge:

Email. niltondalani@gmail.com
https://www.facebook.com/Pr.NiltonJorge
Telefones: Vivo (22) 998746712 Whatzapp
                   Tim (22) 981358547

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.