Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 21 de março de 2010

“A Perspectiva dos primeiros Cristão no sofrimento”.

AT.1.1-9; 2.1-21

INTRODUÇÃO.
* O livro de atos é um livro alegre, ainda que contenha o sofrimento da Igreja.
* Não é difícil perceber por que tanta alegria quando há fatos de muita dor.
* Já nesses versos iniciais descobrimos algumas razões.

1ª.) – O SOFRIMENTO VIVIFICA O SERVO DE DEUS ( 3 ).

* Os atos dos apóstolos representam os atos de Jesus, tudo o que Jesus fez Ele disse que a Igreja faria mais tudo que os perseguidores fizeram com Ele fariam com Igreja. E tudo isso aconteceu.
# A Igreja entendeu que Jesus havia passado a sua vitalidade a ela e esse vitalidade era para operar milagres e para suportar as dores.
VS.3: “DEPOIS DE TER PADECIDO, SE APRESENTOU VIVO”.
LIÇÃO: O sofrimento não mata o servo de Deus antes, lhe dá nova vida.
* Jesus após a cruz ressuscitou e passou a sua Igreja a seiva da vida vitoriosa. É a vitória da vida abundante sobre toda espécie de sofrimento.
* No sofrimento Deus está arrancando mais de você e colocando mais Dele. O sofrimento é a substituição de você por Deus.

2ª.) – O TESTEMUNHO É ATRAVÉS DO PODER DO ESPÍRITO SANTO ( 8 ).

* Quando Jesus proferiu o derramamento do Espírito Santo, Ele não estava anulando os ensinamentos anteriores de perseguição e sofrimento. Jesus não estava dizendo que seriam envolvidos por um poder sobrenatural e que nada os atingiria, que o poder seria uma espécie de escudo.

JESUS ESTAVA DIZENDO PELO MENOS 2 VERDADES:
1) - Que Ele havia escolhido as suas testemunhas. testemunhas.
Diz ai: “E sereis minhas testemunhas” isto implica que o poder só seria manifestado nas testemunhas Dele, que o poder não estava disposto a todos. Significa que o nosso primeiro compromisso na vida é testemunhar de Cristo. A partir desse chamado tudo na nossa vida é ministério e testemunho.
2) - Que o testemunho só é eficaz através do poder do Espírito santo. VS.4: “Esperassem a promessa do Pai, que Dele ouviram”. A promessa era exatamente o poder eficiente para testemunhar Dele. Isto implica que o testemunho que produz fruto no reino de Deus é aquele que a testemunha está cheia do poder do Espírito Santo.
* SIGNIFICA que se quero testemunhar de Cristo, tenho que crer que a promessa do Espírito Santo é também para mim, preciso ser cheio do Espírito Santo.
* Sob o poder do espírito Santo eu vou para a fornalha, para o deserto, passo perseguição.

3ª.) – O SERVO DE DEUS TEM VÁRIAS OPÇÕES PARA SE EMBRIAGAR 13, 15 VOCÊ É LIVRE PARA ENCHARCAR A SUA VIDA FORMA COMO QUISER:

1) – Embriagar-se com todo o tipo de bebida alcoólica
2) – Embriagar-se com todo o tipo de prática suja, feia e danosa.
3) – Embriaga-se de Deus, do poder do Espírito Santo.
VS.17: PEDRO DISSE:”Aqui não tem ninguém bêbado, mas esse negócio gostoso é o derramamento do Espírito Santo” – e Pedro continua dizendo:
A)- “Ele não tem grupo predileto” – Enche o patrão e o empregado.
B)- “Ele não tem preferência por idade” – Enche os velhos e os meninos.
Embriagar-se do Espírito Santo é a certeza que não haverá manhã seguinte com mal estar – mas é a certeza de que terá a vida e vida vitoriosa.
Só Deus tem uma visão correta dos seus filhos cheios do Espírito Santo – pois os homens carnais sempre confundirão, sempre duvidarão se os servos de Deus estão cheios do Espírito ou se estão bêbados distúrbio.

Como os 1ºs. Cristãos enfrentaram o sofrimento? Quais as perspectivas que eles tinham? Precisamos analisar alguns fatos para entendermos.

1º.) – AT.3.1-8. – PEDRO E JOÃO SUBINDO AO TEMPLO PARA ORAR.

* Esse texto nos leva a sensibilizar com o coxo de nascença, seu drama.
* Mas há um outro sofrimento que passa despercebido dos nossos olhos. VS.6-A: Pedro diz:”NÃO POSSUO OURO NEM PRATA...” – Eles remexeram os bolsos.
* Aqui está um dos mais terríveis dos sofrimentos da raça humana, o sofrimento de um bolso vazio – é um inferno ter uma bolsa vazia, ter uma dispensa vazia, ter uma despensa vazia ter um estomago vazio. Muitos parariam nesse ponto – o que fazer se não há dinheiro? Eles não Param: “Isto te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda”.
Pedro e João não lamentaram a pobreza mais usaram a pobreza para realizar um propósito mais elevado, um propósito melhor mais sublime.
ENSINA: A pobreza só é insignificante quando seu possuidor é pobre de Deus, mas quando o possuidor da pobreza é rico de Deus Ele realiza propósitos que os ricos desta terra não fazem com suas fortunas.
* Pedro e João a partir desse fato aprenderam que para ter mais vida não precisa ter muito – mas pode-se ter muita vida tendo pouco.
==> Usaram a pobreza para enriquecer a vida de outro. Pobreza muito rica. Em Deus o pobre pode em Deus o pobre tem poder.

2º.) – AT.6.9-15. – “ ESTEVÃO PERANTE O SINÉDRIO “.

Este fato foi a 3ª perseguição contra a Igreja em Jerusalém, Perseguição fere a alma, arruína as emoções – desestabiliza a família.
* Só um coração confiante em Deus e cheio do Espírito Dele sai inteiro de uma perseguição ainda que pague com a vida física como Estevão. Estevão pagou com a vida mas não abriu mão da sua integridade. Abriu mão da vida física mas morreu inteiro por Dentro cheio de Deus.
* VS.9-10 DIZ: “Estavam discutindo com ele mais não o venciam por causa do espírito de Deus que lhe dava sabedoria para falar”
* LIÇÃO: Ninguém vence a Deus e nem os seus representantes. Se você estiver debaixo de perseguição ou qualquer outra situação mais se Deus estiver do teu lado fique tranqüilo ninguém vence Deus e você.
TEXTO DIZ: Como não venceram a Estevão usaram recursos dignos dos homens sem caráter – usaram recursos dos maus. SUBORNO E CALÚNIA.
* VS.15:“Todos os presentes, viram o rosto de Estevão como se fosse de um anjo”
TEXTO ENSINA: Cada mentira que caia sobre ele tornava-se luz, cada calúnia lançada sobre ele o fazia mais celestial cada porção de trevas atirada sobre ele transformava-se em luz. TEXTO ENSINA: Quanto mais mentiam mais ele brilhava. Quanto mais tentavam lançar-lhes nas trevas mais ele estava na luz, mais ele brilhava Estevão era só luz.

CP.7.54-60: Narrativa de sua morte a pedradas – 3 fatos marcaram o sofrimento.

1º.- VS.55: “ESTEVÃO CHEIO DO ESPÍRITO SANTO VIU A GLÓRIA DE DEUS”.
# O sofrimento da perseguição lhe encheu do Espírito Santo.
2º.-VS.60:”ESTEVÃO OROU, SENHOR NÃO LHES IMPUTES ESTE PECADO”.
# Os homens lhe ofereciam morte cruel, Ele pedia a Deus vida para Eles. Perseguição é os homens nos expulsando dizendo não nos querer, mais Deus nos acolhe, nos enche do seu Espírito Santo, nos dá sua glória.
3º.-VS.58:”AS ROUPAS DE ESTEVÃO FORAM DEIXADAS AOS PÉS DE SAULO”.
# Sua atitude de morrer perdoando, sua ousadia em não abandonar a fé atearam fogo de Deus no coração de Saulo – e aquela brasa que Estevão lançou sobre Saulo o converteu no maior Cristão da história.

3º.) – AT.16.22-26. – “ PAULO E SILAS NA PRISÃO EM FILIPOS “.

* Texto fala-nos de que quando a injustiça aprisiona o ser.
==> Em geral a injustiça aprisiona alguém quando o bem é retribuído com o mal – é oferecido amor e a retribuição vem em forma de ódio e desprezo.
==> Em Filipos Paulo e Silas colocaram em liberdade uma jovem possessa e a recompensa foi Tiraram a liberdade deles e os colocaram cativeiro.
Tiraram a moça do cativeiro e o cativeiro da moça mais o cativeiro não pode ficar vazio a injustiça dos homens os mandaram para o cativeiro.
VS.25:”Por volta da meia noite Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais encarcerados escutavam”.

Dois fatos me chamam a atenção neste cárcere.

1º.- A meia noite havia canto de louvor e não lamentação.
Não estavam lamentando a sorte, nem reclamando abandono de Deus. Eles não prenderam somente Paulo e Silas mais com eles estava preso também o Poder para louvar a Deus até na prisão injusta.
APRENDE: Que o cárcere injusto prende a pessoa, mas não prende o poder de adorar a Deus com intenso fervor. Que a prisão cala a nossa comunicação com os de fora, mas não cala a nossa voz com Deus. Nós temos um canal aberto livre, desobstruído.

2º.- O canto da meia noite era tão profundo que abalou a terra.
===> Musicistas: As vozes dão notas tão aguda e altas que quebram cristais. Essas vozes só precisam praticar as técnicas do canto.
* TEXTO DIZ: Naquela cela havia um canto Não tão alto, não tão agudo em notas musicais, mais um canto do profundo de corações injustiçados que provocou o que nenhum cantor consegue. Um terremoto.
APRENDE: Quando sofremos injustamente os homens podem não nos ouvir, ainda que gritemos alto e agudo, mas devemos cantar e orar com profundidade a Deus e Ele abalará até os alicerces da terra.
* Deus abala todos os poderes constituídos quando ouve um canto e uma oração profunda de um coração vitimado pela injustiça dos homens.
* VS.26 DIZ: ”Soltaram-se as cadeias de todos” – Todos ficaram livres.
Até mesmo os prisioneiros que eram culpados de seus crimes.
* TEXTO ENSINA: Quando Deus intervém contra a injustiça humana, até os culpados ganham uma nova chance.
* Por um lado Ele faz justiça ao injustiçado, por outro lado ele oferece perdão e uma nova chance ao culpado. – Assim todos podem ser livres.
* Paulo e Silas na prisão usaram o sofrimento para honrar a Deus e testemunharam com tanto poder que houve salvação naquela cadeia.

4º. – 2ª. CO.12.7-10 – “ O ESPINHO NA CARNE DE PAULO “

* Texto nos dá informações do resultado do ministério do apóstolo Paulo.
Se foi ele bênção para o mundo gentio, Parece que seu prêmio foi indigesto, doloroso.
* Ele diz ser portador de um Espinho na carne mensageiro de satanás.
A descrição dá idéia de ser uma doença resultado dos maus tratos sofridos.
* Ele diz que pediu a Deus com insistência para ser curado.
AGORA PROCURE: PERCEBER COMO PAULO ESTÁ EMOCIONALMENTE.
1º.- Recebeu tantas injustiças, quando apenas levava boas novas as pessoas.
2º.- Além das injustiças, agora uma enfermidade física resultante das injustiças algo duplamente difícil de suportar.
3º.- Deus parece indiferente a sua oração – poderia cura-lo, no entanto não faz nada disso.

CONCLUSÃO:
Injustiças humanas, enfermidades físicas indiferença de Deus – resultado: Paulo totalmente abatido arrasado.
* Pelo raciocínio humano isso está totalmente correto, esse é o prêmio e o destino do Apóstolo. Mas não foi isto que aconteceu. O relacionamento de Deus com Paulo foi mais profundo.
Ele diz que após a última oração Deus respondeu: “Paulo eu não vou te curar, mas farei algo melhor, darei a você poder para usar a enfermidade, a minha graça te basta, meu poder será aperfeiçoado em você na sua fraqueza”.
* Ele diz que compreendeu a ação de Deus e respondeu:“Se é desse jeito então vou me gloriar na enfermidade, porque na fraqueza serei forte”.

* Essa experiência de Paulo nos ensina algumas verdades preciosas:

1ª. – DEUS, ALGUMAS VEZES CURA.
* Paulo sabendo por experiência pessoal que Deus curava esperou também ser curado.
LIÇÃO: Temos todo o direito de esperarmos a nossa cura.
*Se Deus algumas vezes cura então devemos esperar sim a nossa cura.
* E Deus quando cura Ele faz através de Métodos naturais ou através do seu Método sobrenatural.

2ª. – DEUS, NEM SEMPRE CURA.
* Muitos não aceitam esse fato e entram em crise de fé e até abandonam a fé, tornam cínicos espirituais, críticos da fé, gerando descréditos a cura divina.
* ATENÇÃO: Quando Deus recusa curar ele oferece um poder especial para que o enfermo utilize a enfermidade em um propósito maior.
*Não ser curado não significa indiferença de Deus, antes significa que Ele confia que o doente irá usar a enfermidade segundo o propósito Dele.
*Em outras palavras Deus está confiando em você numa situação tão difícil que ele não confiaria em outra pessoa.
* Deus em sua ação Ele nunca é inflexível sempre oferece 2 alternativas. Ou Ele cura ou Ele nos dá poder para usar a enfermidade. Deus sempre soluciona nossas dificuldades e crises.

3ª. – A FÉ É MAIS IMPORTANTE DO QUE A SAÚDE.
HB.11.6: “Sem fé é impossível agradar a Deus...” Muitos saudáveis enojam a Deus.
* A fé conservada intacta quando a saúde está esfacelada nos garante a certeza de que vamos usar a enfermidade para um propósito mais elevado de Deus.
3ª.JOÃO.2: João escreveu ao amado Gaio, acima de tudo faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma”.
DIZENDO: Acima da saúde, dos bens o mais importante é a saúde da alma. A fé gera saúde espiritual mais a saúde física não gera fé antes pode até impedi-la de brotar no coração humano.

A FÉ EM CRISTO GERA VIDA ETERNA – MAS 1 DIA A SAÚDE FÍSICA TERMINA COM A MORTE.

2 comentários:

  1. Algumas dessa mensagm em falado muito comigo..
    são maravilhoso...

    ResponderExcluir
  2. A alma tem que se alimentar sempre da palara para estar sempre saudavel,mais uma palavra muito importante para os nossos coracoes,Deus o abencoe e que nunca falte o oleo sobre sua cabeca............iracy

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.