Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 21 de julho de 2009

AS LIÇÕES ESPIRITUAIS DO PÓS-JORDÃO

TEXTO: Js.4.19: INTRODUÇÃO: · Após a travessia do rio Jordão, Israel passou por uma experiência marcante e que contribui significativamente para seu relacionamento com o Senhor. O povo celebrou os feitos de Deus em Gilgal e renovou seu pacto com Ele. Mesmo diante da milagrosa travessia do Jordão, o povo do Senhor precisava entender que a conquista da terra prometida estava apenas começando. Provações, conquistas e Deus haveria de conceder-lhes novas e edificantes lições sobre seu caráter, soberania e objetivos. O Senhor é e sempre será o Deus que faz com que o seu povo sempre seja vitorioso mesmo passando por dificuldades que parece não ter fim. · O Dic. Aurélio define a palavra LIÇÃO, como “aquilo que é aprendido ou assimilado pelo aluno através dos ensinamentos do professor [...] significa conselho ou exemplo que serve de orientação à conduta, ao procedimento [...] é a experiência que serve de exemplo ou de aviso, especialmente em caso de falta ou erro”. Era exatamente o que Deus queria para o povo de Israel, após o milagre da travessia do Rio Jordão, ensinar as gerações futuras, os valores morais e espirituais, bem como a submissão ao Deus de Israel, incondicionalmente. I. - LIÇÕES DO MEMORIAL DE PEDRAS (4.1-24). · A idéia básica de um memorial é a de manter viva a história de uma pessoa, de um povo, de um evento. Nenhum povo que se preze esquece o passado. Pelo contrário, fortalece o presente e anima para o futuro. Josué entendeu que Israel não poderia jamais esquecer-se de que fora o Senhor quem os tirara do Egito, realizara todas as maravilhas na história deles e, naquele momento, era o Senhor quem abriu as águas do Jordão para que Israel passasse para o outro lado. · A Importância dos Memoriais (Js 4.3,9). Deus conhecia a índole e a vulnerabilidade de Israel. Ele sabia que um povo cuja história está sem memória facilmente desaparece. Na verdade, nossas memórias se desvanecem com muita rapidez! Facilmente nos esquecemos das obras de Deus a nosso favor, e Deus sabia que Israel poderia esquecer-se daquele milagre. QUAIS SÃO OS MEMORIAIS DA IGREJA? 1) PARA NÃO ESQUECERMOS DO CALVÁRIO DEUS ESTABELECEU A CEIA. 2) PARA NÃO ESQUECERMOS DO PENTECOSTE DEUS NOS DEU O BATISMO. 3) PARA NÃO ESQUECERMOS DO CÉU, DEUS NOS DEU A SUA PALAVRA. 4) PARA NÃO ESQUECERMOS DA COMUNHÃO DEUS NOS DEU A IGREJA. II. - LIÇÕES DE GILGAL (5.1-9). Gilgal seria para Israel um lugar de boas e más recordações. O primeiro lugar próximo de Jericó onde Israel se acamparia foi Gilgal, e naquele lugar, Deus continuaria a operar maravilhas. Ao mesmo tempo seria um lugar de mudanças sociais e religiosas na vida de Israel. - Gilgal, um Lugar de Recordações (Js 4.3); - Gilgal, um Lugar de Santificação (Js 5.1-9); - Gilgal, um Lugar de Celebração (Js 5.10-12); - Gilgal, um Lugar de Provisão (Js 5.11,12). 1. DEUS REMOVEU A VERGONHA DE UM POVO · Saíram da escravidão para a libertação - Lv 25.38 Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito, para vos dar a terra de Canaã, para ser vosso Deus. · Saíram do sofrimento para a consolação - Êx 3.7 E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores · Saíram da humilhação para a exaltação - Js 5.9 Disse mais o SENHOR a Josué: Hoje retirei de sobre vós o opróbrio do Egito; por isso o nome daquele lugar se chamou Gilgal, até ao dia de hoje. 2. DEUS DEVOLVEU A DIGNIDADE DE UM POVO · Com a promessa da supremacia - Dt 28.13 E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir. · Com a promessa da abundancia - Lv 26.9 E para vós olharei, e vos farei frutificar, e vos multiplicarei, e confirmarei a minha aliança convosco. · Com a promessa da hegemonia - Lv 26.12 E andarei no meio de vós, e eu vos serei por Deus, e vós me sereis por povo. 3. DEUS RESTITUIU A FELICIDADE DE UM POVO · Com a renovação da aliança divina - Js 5.3 Então Josué fez facas de pederneira, e circuncidou aos filhos de Israel em Gibeáte-Haaralote. · Com a celebração da páscoa divina - Js 5.10 Estando, pois, os filhos de Israel acampados em Gilgal, celebraram a páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas planícies de Jericó. · Com a satisfação da provisão divina - Js 5.12 E no dia depois de terem comido do produto da terra, cessou o maná, e os filhos de Israel não o tiveram mais; porém nesse ano comeram dos produtos da terra de Canaã. III. -AS LIÇÕES DA VISÃO DE JOSUÉ (5.13-15). Um dos modos especiais do qual Deus se utiliza para revelar sua vontade aos homens é por meio de visões e sonhos. Especialmente no Antigo Testamento este era um modo indireto de Deus falar aos seus servos. 1) JOSUÉ TEM UMA VISÃO DE DEUS (V.13). Josué teve, de fato, uma visão teofânica, porque o próprio Senhor tomou a forma visível de um militar celestial para se revelar a ele. 2) A IMPORTÂNCIA DA VISÃO PARA JOSUÉ (JS 5.14,15). A Abraão, esse personagem se apresentou como um visitante peregrino no deserto. A Jacó, ele apareceu como um anjo que lutou com ele. Aos jovens hebreus na fornalha ardente, ele apareceu como o quarto homem dentro da fornalha. Mais a Josué ele aparece por 2 motivos: 1) Deus confirma a liderança de Josué. 2) Apareceu como oficial militar preparado para uma guerra. Deus te abençoe muito no seu Gilgal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.