Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

EGITO NUNCA MAIS (Série Livres do Egito)

TEXTO: Ex 14:13,14
INTRODUÇÃO:

·      O Mar Vermelho é um golfo do Oceano Índico entre a África e a Ásia e ao sul, o ele se comunica com o oceano Índico pelo estreito de Bab el Mandeb e o golfo de Áden. Ao norte se encontram a península do Sinai, o golfo de Aqaba e o canal de Suez que permite a comunicação com o Mar Mediterrâneo. O Mar Vermelho tem aproximadamente o comprimento de 1900 km, e a 300 km de largura, também chegando a uma profundidade máxima de 2500 metros na área central. Suas águas têm inúmeras espécies de vidas aquáticas. Este é o local que Deus usou para mostrar ao mundo e a todas as gerações vindouras que Ele tem poder para livrar seus filhos ainda existem ateus e pessoas que ignorem seu poder e sua existência.
·      Ao sair do Egito, o povo de Israel tinha diante de si duas opções: retornar para a escravidão ou avançar em direção a benção da Terra Prometida. Para isso, tinham que encarar o Mar Vermelho.
·      O que fazer nessa hora?  Como se daria esse livramento? Se recuassem viam de encontro ao exército egípcio! E avançar, como, se um grande mar estava à sua frente?
·      Era um momento de decisão.

1.             ISRAEL TINHA 3 DIREÇÃO A SEGUIR ERA HORA DE DECIDIR:

2.             O CAMINHO DA GUERRA (FILISTEUS). V.17
·      Os filisteus eram um povo que neste tempo habitava uma estreita faixa litorânea (Mar Mediterrâneo) entre o Egito e Gaza, sendo provável que o nome moderno “Palestina”, podemos dizer que os filisteus sempre afrontaram o povo de Deus com suas investidas bélicas, e por esta razão Deus não permitiu que os israelitas passassem pelo caminho de Canaã. ENCARÁ-LOS LEVARIAM A RETROCEDER.
3.             VOLTAR E ENCARAR O EXÉRCITO DE FARAÓ. 14:10.
·      Faraó tinha neste tempo um forte exército! Tão logo os filhos de Israel saíram do Egito, o rei arregimentou um destacamento composto de seiscentos carros, munidos de seus capitães, além muitos soldados. ENCARÁ-LOS LEVARIAM A MORTE.
4.             O CAMINHO PELO DESERTO ATRAVESSANDO O MAR 14:15.
ð Sabemos que o deserto é um lugar onde a vida é muito difícil devido a inexistência de água, alimentos. Somado a isto, o deserto ainda oferece muitos riscos em virtude das tremendas oscilações de temperatura que podem variar de 50 graus durante o dia e a vários graus negativos durante a noite. Outros perigos constantes são as tempestades de areia que dificultam a caminhada e podem até mesmo enterrar os transeuntes, e ainda há o perigo dos amimais peçonhentos que lá vivem.

2.             O POVO DE ISRAEL UTILIZOU DE 5 BENÇÃO PARA ATRAVESSAR O MAR.

1) O CUIDADO DE DEUS 13:17, É Deus quem nos conduz pelo caminho.
2) UMA GRANDE PROMESSA, DEUS VOS VISITARÁ 13:19.
3) O SENHOR VAI ADIANTE 13:21
4) NESSA CAMINHADA TEMOS A COLUNA DE NUVEM E DE FOGO 13:22.
5) UM VENTO FORTE QUE SOPRAVA A FAVOR. 14:21. Um muro de águas formou-se para uma travessia de 1900 quilômetros, três milhões de judeus atravessando por um período de 6 horas, enquanto o último não saiu das águas o vento não cessou. 
·      COMO ERA O POVO QUE SAIU DO EGITO?

1. SAIU UM POVO NUMEROSO, aproximadamente 3 milhões de Israelitas.
a.    Grande nos problemas Ex.14:9,10 – Deus resolve os problemas.
b.   Grande no consumo Nm.11:13 – Deus é providencia.
c.    Grande em proteção Ex.14:21 – Deus é amparo.
2. SAIU UM POVO MISTURADO
a.
Esta mistura trouxe problemas Nm.11:4-6
b. Esta mistura trouxe prejuízo Sl.106:7,14-17
3. SAIU UM POVO DUVIDOSO
1- Duvidoso quanto ao caminho Ex.14:11,12
2- Duvidoso quanto a comida Nm.11:4-6
3- Duvidoso quanto aos inimigos Ex.14:10
4- Até Moisés tinha dúvidas Ex.14:13,14; Nm.11:11-15

3.             QUAIS PROBLEMAS ISRAEL ENFRENTOU NESSA SAÍDA DO EGITO?

1- O Beco Sem Saída.

·      Israel estava acampado diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante Baal-Zefom. (v.2). Atrás Faraó com seu exército (v.10), com seiscentos carros e seus capitães sobre eles (v.6), os seus cavaleiros (v.9), para perseguirem e destruírem o povo de Israel (v.9).
1)   O beco sem saída é o lugar que às vezes Deus nos leva. (vv.1-4ª).
2)   O beco sem saída é o lugar onde Deus nos prova. (vv.4b-9).
3)   O beco sem saída é o lugar onde muitas vezes falhamos com o Senhor. (vv.10-12).
4)   O beco sem saída é o lugar onde Deus nos ajuda. (vv.13,14; Is 41.10).
5)   O beco sem saída é o lugar onde Deus anuncia a ruína dos inimigos. (vv.13,14).

2- A Frente o Mar Vermelho. (vv.15,16).

·      Era um momento de decisão. Por isso disse Deus: “… Dize aos filhos de Israel que marchem.” (v.15). Eis o mais alto grau de fé: confiar em Deus de tal maneira que cheguemos a crer nas aparentes impossibilidades, nunca, jamais descrendo dEle.

3- A Travessia do Mar Vermelho. (vv.14,16).

1)   A travessia do mar vermelho é o momento de determinação. (sig. Tomar decisão).
2)   A travessia do mar vermelho é o momento de persistência.
3)   A travessia do mar vermelho é o momento de ação.
4)   A travessia do mar vermelho é o momento de dependência.

·      Quando então tudo parecia perdido, Deus interferiu, e, Hb 11.29 “Pela fé, passaram o Mar Vermelho, como em terra seca…”. Israel passou, e o exército de Faraó foi destruído pelas águas do grande mar.
 
CONCLUSÃO: Deus continua no meio de seu povo, e, em meio às pressões do inimigo para nos fazer retornar à escravidão, o Senhor ordena: “Marche!” Não é tempo de parar! “… Dize aos filhos de Israel que marchem.” (v.15). 

·      “… Se Deus é por nós, quem será contra nós.” (Rm 8.31).

Contatos com o Pastor Nilton Jorge
Email. niltondalani@gmail.com
Telefones: Vivo (22) 998746712 Whatzapp - Tim (22) 981358547


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.