Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 5 de setembro de 2009

OS SINAIS DA UNÇÃO REAL.

TEXTO: I Sm 10:7 INTRODUÇÃO: · Quando Deus restaurou a Israel trazendo a nação israelita da terra do Egito, eles andarão debaixo da direção de Deus. Era o governo teocrático. · Deus governava a nação por intermédio da liderança que ele estabelecesse. · Deus usou Moisés para conduzi-los no deserto. Usou Josué para conquistar Canaã. Usou os Juizes para estabelecer as leis e julgar a Israel e liderá-los. · Foram 16 Juizes, 14 levantados por Deus e 2 ordenados por Homens. O último juiz foi Samuel que exerceu em Israel 3 ministério: Juiz, Sacerdote e Profeta. Porém o povo quis um Rei. Samuel é apresentado no texto com 3 grandes características: a) Um homem de Deus (ele é alguém que tem intimidade com Deus). b) Um homem honrado (ele é abençoado em tudo o que faz e tem). c) Um homem Profeta (cuja palavra não por terra). · Deus lhes dá um rei segundo o seu coração. Chegou o tempo da monarquia israelita. è Narração histórica. Ordenação e consagração com óleo da unção do rei Saul. · A ESCOLHA DE SAUL PARECE SER UMA CONTRADIÇÃO BÍBLICA. Gn 49:8 -10 “Judá, a ti te louvarão teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos: diante de ti se prostrarão os filhos de teu pai”. “Judá é um leãozinho. Subiste da presa, meu filho. Ele se encurva e se deita como um leão, e como uma leoa; quem o despertará?”. “O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de autoridade dentre seus pés, até que venha aquele a quem pertence; e a ele obedecerão os povos”. Gn 49:27 “Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã devorará a presa, e à tarde repartirã o despojo”. * Deus escolheu Saul pra que os pequenos não venham dizer que nunca tiveram oportunidade. I Sm 9:21 “Então respondeu Saul: Acaso não sou eu benjamita, da menor das tribos de Israel? E não é a minha família a menor de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que, pois, me falas desta maneira?”. * Saul procurava jumentas, Deus tinha pra ele unção real. A UNÇÃO PRODUZ TRÊS COISAS: 1) Capacitação: II Co 3:5 “não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus”. 2) Mudanças: I Sm 10:6 è 3) Adversários: Dons e vocação são irrevogáveis não se perde, porém a unção tem que ser renovável è ordenação é uma coisa, unção é a virtude que esta pessoa recebe pra ser usada no que foi chamada. Esta unção precisa ser renovada Sl 92:10 “Mas tens exaltado o meu poder, como o do boi selvagem; fui ungido com óleo fresco”. TRANSIÇÃO: Através da unção Deus chama, Confirma a chamada e da os sinais desta chamada. Quais são os sinais que Deus deu a Saul que confirmaria a Unção real na sua vida? 1) CUIDADO COM OS HOMENS DO CEMITÉRIO, NÃO RETROCEDA. v.2 · A expressão que eles usão é sutil, tenta sensibilizar, age na razão. Esta maquiada com a preocupação com coisas reais (família, trabalho, e relacionamentos). A expressão dos homens do cemitério tem tudo haver com voltar para casa, mais a realidade dela é desistir dos ideais da unção recebida, os sinais que vindicariam o reinado. · OS HOMENS DO CEMITÉRIO ESTÃO ENTRE NÓS. · Estão no meio do círculo de oração, estão no meio da mocidade, estão no meio dos adolescentes, estão no meio da orquestra, estão no meio da nave da igreja, estão no meio do santo ministério. Quem são eles? Eles são os críticos, os que tem palavras de derrotas, de desânimos, de desistência, são os que não acreditam, são os que vivem na carne, os que nunca venceram na vida, são os murmuradores, os reclamões, os pessimistas, os conformados, os desistentes. · OS HOMENS DO CEMITÉRIO TÊM CHEIRO DE MORTE. Tem cheiro de desistência da vida, dos projetos, dos ideais dos relacionamentos. Se Saul voltasse pra casa sem atentar para os sinais que Deus estava dando perderia a benção. · Obs: Há quem tem dado ouvido as muitas vozes que estão no mundo. · Hb 10:36-39 “Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará”; “todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma”. · Os perigos de retroceder: a) quem olha para trás torna-se presa fácil do diabo (os fracos, os doentes, os distantes, os que dormem). b) quem olha para trás sente saudades. c) quem olha para trás conforma-se com o presente século (os que não progridem). d) quem olha para trás entra em apostasia espiritual. e) quem olha para trás enterra os sonhos e projetos de Deus. Cuidado com os homens do cemitério, não retroceda, ninguém vai te levar para o acostamento, você não parar no estacionamento, descansamos enquanto voamos Is 40:28-31 “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, não se cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu entendimento. Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão, mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão”. 2) SUBA A BETEL è LUGAR TRANSFORMADOR. · Em Betel ele encontraria 3 homens, o 1º carregava 3 cabritos, o 2º levava 3 bolos de pão, o 3º tinha um odre de vinho. Deles Saul ganharia a saudação e dois pães. · Aqui ha fatos simbólicos e tipológicos: 1) O HOMEM QUE LEVA 3 CABRITOS. A Bíblia pode ser dividida em 3 fazes: antes da lei, a lei e depois da lei. O Cabrito ou cordeiro era o meio de sacrifício perfeito que indicava Cristo. · Em todas as 7 dispensações e as 8 alianças bíblica encontramos o cordeiro doando seu sangue remidor simbolizando Jesus. · Antes da Lei o primeiro sacrifício foi Deus quem fez e dele tirou a pele do animal. Depois Abel sacrificou, depois sete e sua geração sacrificou, depois os patriarcas sacrificaram. E depois dos patriarcas Moises no Egito estabeleceu a Páscoa apontava para Cristo nossa páscoa (deste sacrifico nada se perdeu do cordeiro). · Na lei o Sacrificio de um animal tinha sua cerimônia e ritualismo. · Depois da Lei Jesus estabelece uma nova aliança com seu sangue, o tempo das coisas novas chegaram Is 43:18,19 “Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que faço uma coisa nova; agora está saindo à luz; porventura não a percebeis? eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo”. Corra para o cordeiro ele está em Betel. 2) O HOMEM QUE LEVA 3 PÃES. (3 pães novamente as 3 fazes de revelação) Nos fala do ministério da Palavra, no antigo Testamento Deus falou através da palavra inspirada, e da escrita a tora, no novo testamento Deus nos fala sempre. · O PERIGO DE FALTAR PÃO NA CASA DO PÃO (Belém). (Noemi). · O PERIGO DE TER PADARIA BONITA MAIS FORNO FRIO. · O PERIGO DE SAIR DA CASA DO PÃO PRA MOABE CASA DA MORTE. · QUANDO TEM PÃO NA CASA DO PÃO OS DESVIADOS VOLTAM. O pão vivo que desceu do céu está em Betel. 3) O HOMEM QUE LEVA UM ODRE DE VINHO. · Veja que o primeiro leva 3 cabritos, salvação para todas as épocas, o segundo leva 3 pães, Deus indicando o caminho para todas as épocas; · Mais o terceiro homem leva apenas um odre de vinho. O primeiro é Deus que indica a salvação no seu filho, o segundo é Jesus que é o Pão vivo que desceu do céu. O terceiro é o Espírito Santo, mais ele tem apenas um odre, indica uma época, uma dispensação, (a graça). O tempo da plenitude chegou. · O PERIGO DE SE AUSENTAR DE BETEL. Hb 10:25 “não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”. 3) CHEGA-TE AO MONTE DA INTIMIDADE (Gibeá-Eloim ou outeiro). v.5 Este último sinal tem a haver com perseverança e entrega, Gibeá é uma cidade que nos dias dos juizes os moradores eram fracos e dados ao serviço roçal. No entanto havia um monte também chamado Gibeá-Eloim (outeiro de Deus). Onde adoravam e oravam ao Senhor. É um lugar de intimidade e vida com Deus. a) Apesar De Ser Um Monte De Deus, Também Há Inimigos Ali. b) Apesar Do Monte Ter Grandezas Espirituais É Na Cidade Que Se Revela A Espiritualidade Do Monte. (Ver Jesus E O Lunático). c) Apesar De O Monte Fumegar E Nos Conceder Grandes Experiências É Na Cidade (Dia A Dia), Que Minha Vida Fala Mais Alto. Do Que Minhas Palavras. O que acontece em Gibeá-Eloim para ser um lugar de intimidade? 1) É Em Gibeá-Eloim Que Somos Influenciados A Viver Com Deus 2) Em Gibeá-Eloim Nos Tornamos Adoradores. 3) Em Gibeá-Eloim Temos Uma Visão Do Futuro. E uma palavra para o presente. 4) Em Gibeá-Eloim Somos Transformados De Glória Em Glória. V.9b 5) Em Gibeá-Eloim Nos Tornamos Canal De Benção Para Os Outros. Conclusão: Encontramos neste texto 3 fazes que o cristão vive: a fase do encontro com as adversidade da vida (os homens do cemitério),a fase do encontro com a trindade (O Deus de Betel), a fase do crescimento e transformação. Deus nos conclama a viver com perseverança.

Um comentário:

  1. sim pr.nilton, e o que nos,o povo de Deus estamos precisando,perseveranca,precisamos perseverar naquilo que queremos,e nao desanimar diante das adverssidades,Deus o abencoe,um abraco,iracy possmozer

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.