Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 4 de outubro de 2016

TORNANDO DEUS CONHECIDO DA PROXIMA GERAÇÃO

Jz 2:7à10.
INTRODUÇÃO:

·      Se uma família anda bem, uma nação anda também. As civilizações caem quando a família começa a se desintegrar.
·      Do jeito que vai a família assim vai à nação. A família é o ventre gerador da sociedade e não o contrário.
·      A família é o nosso primeiro ministério, quando mudamos isso, mudamos os valores na escala das prioridades.
Quatros gerações estão norteadas neste 4 versículos.
1.    A geração de Josué.
2.    A geração dos Anciãos depois de Josué.
3.    A geração dos novos, nascidos em Canaã.
4.    A geração seguinte, Esta não conheceu o Senhor.

·      Entre os homens admirados na Bíblia, Josué merece destaque.
a)   Josué foi um líder maior que Moisés, pois sua geração não ficou prostrada no deserto antes a sua geração é conhecida como a geração de conquistas.
b)   Josué foi um libertador maior que Moisés, Moisés libertou o povo do Egito, Josué, tirou a cultura egípcia do povo.
c)    Josué foi mais forte emocionalmente que Moisés, Josué não teve crises emocionais, nem de liderança.
d)   Como Moisés fez proezas, porém, Não deixou um legado do conhecimento de Deus, do temor de Deus, da bondade de Deus. Josué envelheceu mais a sua geração não conheceu ao Senhor.

PRÓXIMA GERAÇÃO SÃO AS FLECHAS DO SENHOR. Salmo 127.4 diz que: Como flechas na mão do valente, assim são os filhos da mocidade. Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, quando falarem com os seus inimigos à porta.
·      Minhas ferramentas humanas não irão fazer Deus conhecido da próxima geração, só convidando Deus para ser o parceiro dessa empreitada.
a) Quem já tentou arremessar uma flecha sabe que não é nada fácil atingir o alvo. O mesmo se dá com nossos filhos: não é nada fácil fazê-los atingir o alvo da vida.
b) A lógica da flecha é ir mais longe que o arqueiro. Isto também é verdade em relação aos nossos filhos: queremos que eles vão mais longe que nós (pais que não tiveram a oportunidade de estudar fazem questão que seus filhos cursem uma faculdade; casais que pagaram aluguel a vida inteira lutam para que seus filhos tenham casa própria; e assim por diante).

TRANSIÇÃO:  Mas, para que a flecha acerte o alvo, algumas condições precisam ser satisfeitas:

1. AS FLECHAS TÊM QUE ESTAR NA MÃO DO GUERREIRO
O sucesso dos nossos filhos está em nossas mãos. Depende muito mais de nós do que deles.
·      Às vezes, alguns casais dizem que criaram os seus filhos todos da mesma maneira, mas, inexplicavelmente, uns saíram-se melhor que os outros. Não é verdade!
Primeiro, ninguém consegue criar dois filhos da mesma maneira, pois, cada filho é diferente.
Segundo, tentar criá-los da mesma maneira é um erro, pois, assim como um guerreiro percebe as diferenças entre uma flecha e outra (e leva isto em consideração na hora de lançá-las), precisamos “decifrar” os nossos filhos e tratar cada um deles de forma diferenciada, personalizada. O amor deve levar em conta a individualidade.

2. É NECESSÁRIO QUE HAJA UM ALVO BEM DEFINIDO À FRENTE. 
Pode parecer uma tolice dizer isto, mas a verdade é que:
a) Muitas famílias não têm alvo algum à sua frente. As famílias vão “tocando a vida” numa rotina interminável, “sem sal, nem açúcar”. Os pais não conversam com os filhos. Não há sonhos compartilhados. Não há projetos familiares. Não há desafios individuais.
b) Em muitas famílias os alvos escolhidos não são adequados. Pais projetando nos filhos aquilo que eles mesmos não puderam ou não quiseram fazer (“Eu não pude estudar, mas meu filho vai ser doutor”). Ajudemos os nossos filhos a ter um alvo de vida. Um alvo nobre, digno, que leve em conta as suas forças e fraquezas, mas, acima de tudo, um alvo que os leve a Deus, pois, não há felicidade nem futuro algum sem um relacionamento pessoal e verdadeiro com Jesus Cristo.

3. O ARQUEIRO PRECISA TER BRAÇO FORTE
Para que os filhos atinjam o alvo da vida, os pais precisam ser figuras fortes, marcantes. Precisam exercer autoridade. Estabelecer limites e impor regras. Desde o começo.
·      Você pode até pensar que eles vão te odiar por isto, mas não se engane, no fundo eles sabem que as regras e os limites são importantes, pois transmitem-lhes segurança e os ensina a conduzir a própria vida. São como as faixas de trânsito no asfalto, que limitam a movimentação dos veículos, mas faz com que todos trafeguem em segurança.

4. O ARQUEIRO PRECISA SER HABILIDOSO
Não basta ter força. É preciso também ter habilidade. Uma flecha lançada com força, mas sem habilidade pode atingir qualquer coisa, inclusive o coração do próprio arqueiro.
·      É preciso saber dizer “não” – impor limites – mas, também é preciso saber ceder. É preciso dar-lhes espaço para crescer, tomar suas próprias decisões (mesmo sabendo que certas decisões não serão boas para eles).

5. A FLECHA PRECISA SER RETA
Nossos filhos também precisam de retidão de caráter, ética, moral.
·      Envolva-se com seus filhos. Conheça seus amigos. Os lugares que eles frequentam. As ideologias das suas “tribos”. O que eles estão lendo, vendo e ouvindo. Converse com eles sobre drogas, álcool, gravidez, AIDS, violência no trânsito, violência em festas, envolvimento em crimes, amizades de risco, etc.  
·      Os princípios éticos e morais bíblicos são universais (aplicam-se a todos os homens, de todas as épocas e lugares) e são eternos, isto é, valiam no passado, valem hoje e continuarão a valer amanhã.
 
PRECISAMOS TRANSMITIR A HERANÇA DIVINA PARA A PRÓXIMA GERAÇÃO. Criar  filhos a maneira bíblica não acontece simplesmente.
a)   Gasta-se energia.
b)   Tem que ser Intencional. Movido por propósito.
c)    Leva tempo de qualidade.
d)   Não é automático.
O pior exemplo de pai omisso na Bíblia foi O sumo-sacerdote Eli: Ele era o Sumo-Sacerdote, Juiz e legislador de Israel, no entanto sua educação e criação dos filhos, demonstram que ele ocupou-se do ministério e não sabia o que acontecia com seus filhos, os outros que lhes disseram o que eles faziam.
Eli não era efetivo no exercício paternalDeus responsabilizou Eli sobre o comportamento de seus filhos, as consequências de um mal exercício paternal virão em gerações futura.
Não fique ocupado com gastar energia com outras coisas deixando família de lado, sua primeira Igreja é a sua casa. O maior testemunho está dentro de sua casa.
É mais fácil construir meninos que remendar homens. Esse é um grande desafio para os pais, ajudar os filhos em seus desafios.
a)   Valores do mundo.
b)   Pressão dos amigos.
c)    Internet, (acesso as informações).
d)   Sexo, desafio social.
e)    Abuso de drogas.
f)    Família disfuncional, lares desajustados.
g)   Confusão de gêneros, homossexualismo e lesbianismo.
h)   Maturidade artificial, homens com 20 ou 30 anos vivendo como adolescentes porque queimaram etapas da vida.

COMO PROTEGER A PRÓXIMA GERAÇÃO?
Antes de tudo conquiste seu coração, se você não conquistar o coração de seus filhos, você não conquistará a sua mente.
Trazer os filhos a se apaixonarem por Jesus. Dt 6:7 Observe os verbos: Falarás assentado, falarás andando, Falarás ao deitar-se, Falarás ao levantar-te.
Quando você senta, anda, deita ou levanta, você está modelando.
As crianças nos copiam positivamente ou negativamente.
Honestidade se aprende no lar, respeito as autoridades se aprende no lar, falar a verdade se aprende no lar, fidelidade a Deus se aprende no lar, ser crente de verdade se aprende no lar.
Ser exemplo tem haver com ser autêntico e não com perfeição. O PAI É O AGENTE MODELADOR DOS FILHOS, é o pai quem afirma caráter e sexualidade dos filhos, o papel da mãe é nutrir essa afirmação e não manipular filhos.
Sejam o que seus filhos sejam, porque eles se tornarão o que você é.
O PAPEL DO PAI É FACILITAR A VIDA DOS FILHOS.

CONCLUSÃO:
QUERO TERMINAR FALANDO DE 3 MANEIRAS COMO DISCIPULAR SEUS FILHOS INTENCIONALMENTE OU SEJA COM PROPÓSITOS:
1)   DANDO EXEMPLO: Eles te copiarão.
2)   CONSTRUA UM RELACIONAMENTO COM ELES. Quanto mais íntimo for o relacionamento, maior é a influência. Quanto mais próximos os filhos forem dos pais, menos eles serão influenciados pelos amigos. Para os filhos amor se soletra assim TEMPO.
3)   ENSINE-OS E TREINE-OS. Isso leva tempo, enxergue o tempo como investimento. Procure momentos mágicos, momentos mágicos são aqueles e que eles convidam você para dentro da vida deles.

CONTATOS:
Pr. Nilton Jorge
E.mail. niltondalani@gmail.com
Fones: Vivo (22) 998746712 Whatzapp / Tim (22) 981358547


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.