Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 15 de abril de 2011

RAPOSAS, CORDAS E UM CEGO

TEXTO: Jz. 16:20
INTRODUÇÃO:

• A nação israelita estava encurvada 40 anos de servidão aos Filisteus.
• O povo se encontrava apático (15.11), até mesmo a tribo de Judá, valente e corajosa no tempo de Josué, se curvou perante o domínio filisteu. Que venceram a Israel na batalha de Apeque e levaram a Arca da Aliança, símbolo maior da presença de Deus, para a casa do seu deus Dagom. (Samuel foi um juiz contemporâneo de Sansão e julgava em Mispa).
• Era um homem repleto de contradições inexplicáveis: Odiava os Filisteus, porém amava as mulheres deles; era nazireu, mas não tratava com seriedade o seu voto, e em algumas circunstâncias não deu a devida glória a Deus; Foi designado para libertar Israel das mãos dos filisteus, contudo, terminou os seus dias cego e escravo em um templo pagão.
 Sansão significa: Pequeno sol, Mt 5:14-16 “Vós sois a luz do mundo...não se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que estão na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens... ”.
• Como Sansão, fomos chamados para ser luz; e como ele, corremos o risco de perder o resplendor, ou mesmo de nunca brilhar.
 Na mesma época de Sansão:
o A Grécia já estava em pleno desenvolvimento.
o A Guerra de Tróia teria acontecido nesta época (se é que realmente esta guerra não passa de um mito).
o O Império Egípcio estava em plena decadência.
• Início do surgimento da civilização Olmeca, no México. Alguns estudiosos afirmam que no período de maior desenvolvimento esta civilização já usava um instrumento parecido com a bússola e criou um sistema de escrita.

• Quando o Anjo do Senhor se revelou a Manoá disse como seria Sansão:
1. Seria consagrado ao Senhor desde o ventre materno.
2. Seria um nazireu de Deus.
3. Seria um libertador de Israel das mãos dos filisteus.

 Nazireu quer dizer “separado”. É uma pessoa que se consagra a Deus voluntariamente. O voto do Nazireu consistia em três aspectos: abster-se do produto da uva, não cortar o cabelo e não tocar em cadáveres.

a. Porque o produto da uva? O vinho simboliza a alegria natural da vida. Todo aquele que deseja ser um Nazireu, deve se abster da alegria que o mundo oferece.

b. Porque não cortar o cabelo? O cabelo era o sinal mais evidente da consagração de um Nazireu. O cabelo comprido do Nazireu era o sinal mais evidente de sua consagração, porque expressava submissão e obediência. O cabelo comprido mostrava que ele era um com Deus e que daí vinha a sua força. Depois que Sansão teve seu cabelo cortado, perdeu suas forças e passou a ser subjugado pelos filisteus.

c. Porque a afeição natural? Um Nazireu não podia tocar em cadáveres mesmo que este fosse de seu próprio filho. Não devemos ser impedidos de servir a Deus por causa de pai, mãe, esposa e filhos

d. Porque não podia tocar em cadáveres? O Nazireu deveria também se afastar de cadáveres, rejeitar tudo aquilo que é morte. Ser consagrado ao Senhor é rejeitar tudo aquilo que estiver impregnado de morte.

 No mundo espiritual, temos três inimigos, e cada um deles opõe-se a uma pessoa da Divindade.
1. O diabo se opõe a Cristo (Mt 4.1-10),
2. A carne faz guerra contra o Espírito (Gl 5.17)
3. O mundo se opõe ao Pai (1Jo 2.15-17).

Sansão foi um homem que nasceu com um propósito de ser usado por Deus a favor do povo de Israel.

TRANSIÇÃO: Podemos aprender com os acontecimentos e com as atitudes de Sansão, o que pode levar alguém a terminar tão mau o que começou tão bem. Sansão perdeu o seu resplendor por que:

Ele realizou grandes feitos, como:
1) rasgou um leão ao meio (cap. 14.6);
2) matou 30 homens em Ascalom, para pagar uma aposta que perdeu (vers. 19);
3) caçou e amarrou tochas nas caudas de 300 raposas, para incendiar a seara do sogro, como vingança (cap. 15.4);
4) matou muitos entre os filisteus (vers. 8);
5) desfez-se de duas cordas novas com que o amarraram em Etã (vers. 14);
6) feriu mil com a queixada de um jumento (vers. 15);
7) bebeu água da fonte de Leí, surgida de forma tão espetacular, que o nome do lugar foi mudado (vers. 17 e 18);
8) escapou ao cerco, retirou e transportou as portas da cidade de Gaza (cap. 16.3);
9) quebrou sete cordas de arco com que o amarraram (vers. 9);
10) rebentou as cordas novas que prendiam seus braços (vers. 12);
11) libertou-se do pino de tear que prendia suas sete tranças, entrelaçadas como uma tela (vers. 14).

A RESPOSTA ESTÁ EM SUAS ESCOLHAS DE E NA VIDA.
1. Ele escolheu uma mulher estrangeira para ser sua esposa, E porque ele fez isto? Simplesmente porque ela lhe era agradável aos olhos (14.3).
2. Ele tocou no cadáver de um leão que ele havia matado com suas próprias mãos.
3. Em diferentes situações ele atuou por pura retaliação ou vingança.
4. Como resultado de suas ações intempestivas, sua esposa filistéia e seu sogro foram queimados vivos pelos próprios filisteus (15.6).
5. Envolveu-se com uma prostituta (16.1).
6. Apaixonou-se por uma mulher filistéia chamada Dalila e foi seduzido e traído por ela.
1 – ERA UM HOMEM GOVERNADO PELAS EMOÇÕES.
 E um homem governado pelas emoções torna-se num homem perigoso tanto para si mesmo como para aqueles que estão à sua volta.
 Um homem que é governado pelas emoções não sabe discernir entre o que é uma “Ira Justa”, e uma “Vingança Pessoal”. Geralmente, para eles “O Fim Justifica os Meios”. Sansão viveu para si e não para Deus.

2 – ERA UM HOMEM QUE LUTAVA SOZINHO.
 O excesso de confiança em si mesmo (Força física), o levou ao isolamento.
Contudo, vamos assim chamar: “A sua Auto Suficiência”, nunca lhe permitiu reunir um exército para combater contra os Filisteus. Nem mesmo Gideão, que lutou apenas com 300 homens, estava sozinho. Os parceiros de luta de Sansão são 300 chacais (raposas) (15.4,5)..., e uma queixada de jumento (15.15)...

3 – NÃO ERA UM HOMEM ÍNTEGRO. (14.8,9;16.1)
 Ele era espiritual e moralmente fraco.
 A queda é geralmente o resultado de um processo... (Tg.1.14) Descreve a queda como tendo o seu início na cobiça do homem, esta ao atraí-lo e seduzi-lo gera o pecado, e este a morte.
A queda de Sansão tem 3 passos:
1. Ele foi habitar geograficamente na terra do inimigo.
2. O Segundo passo foi banalizar, diminuir, menosprezar o valor do sagrado.
3. O terceiro passo foi abrir mão daquilo que não poderia abrir; negociar o que é inegociável; fazer acordo com o que não tem acordo. Sansão abriu mão da sua integridade (santidade).
 Seguiu-se a tudo isso a dor, a desonra e a humilhação: Habitando cego, escravo e humilhado na casa do inimigo.

 Por trás dessa batalha de homens havia uma batalha espiritual:

Em Canaã a terra conquistada havia diversos deuses, todos eles indicam um principado de Satanás que intenta contra Israel e a Igreja, entre os muitos 3 merecem destaque no livro de Juízes.

1) (Astart hebraico) é processado Astarote, Ela é uma deusa da guerra, o amor, as tempestades, a estrela da noite, e do armazém. Ela também é chamada de rainha dos céus
2) Baal significa "senhor" era o deus da tempestade trazendo chuva dando vida e ele era o filho de Dagon.
3) DAGON Dagon foi o deus dos Filisteus. Era o deus da fertilidade, da agricultura, e do mar. Sua aparência era de peixe e de aparência de homem da cintura para cima.
Ele aparece três vezes na Bíblia:
1) Sendo glorificado pela derrota de Sansão.
2) Pela derrota dos filhos de Eli e de Israel na guerra.
3) Tendo a cabeça de Saul como troféu em sua morte.

Ele mina a graça de Deus e destrói aos poucos a presença de Deus em nossas vidas.
Ele é um príncipe do diabo que amarra, escraviza, que cega e que mata.
Suas armas são as raposas, as cordas e nossa cegueira.
1) AS RAPOSAS DE DAGOM. ELAS TEM NOME. (enfraquecimento na vinha).

Ct 2:15 “Apanhai-me as raposas, as raposinhas, que devastam os vinhedos, porque as nossas vinhas estão em flor”.
 As raposinhas são o único elemento negativo no cenário da primavera.
A raposa é um animal pequeno, mas causam grandes estragos, a bíblia diz que elas devastam (DESTRUIR, ARRASAR) as vinhas que estavam em FLOR (que iam começar a dar frutos, momento da fertilidade, que está por acontecer).
 Sansão usou as raposas para destruir a Seara dos filisteus, mais esqueceu das raposas de Dagom.
1) Elas entram quando não guardamos as portas da vinha.
2) Elas chegam quando não valorizamos os princípios e absoluto divino.
3) Elas não querem apenas os frutos elas querem a flores, a fertilidade.
4) Elas entram quando não damos valor a presença e consagração a Deus.

2) AS CORDAS DE DAGOM ESCRAVIZAM. (prostituição).

Sansão vence por três vezes as cordas físicas, mais não se solta das cordas das paixões carnais.
Dagom só tem um objetivo, descobri seus segredos, enfraquecer sua comunhão com Deus e te amarrar.
1) ELE QUER DESTRUIR SEU ALTAR DE ORAÇÃO.
2) ELE QUER FAZER VOCÊ PERDER O SEU FOCO EM DEUS.
3) ELE VAI TIRAR VOCÊ DO PROPÓSITO DE DEUS PARA SUA VIDA.
4) ELE VAI TENTAR AMARRAR VOCÊ EM SUAS PAIXÕES CARNAIS.

3) HERÓIS CEGOS, POR PERDEREM A PRESENÇA DE DEUS.

O diabo não se contenta em roubar nosso símbolo. Amarra, cega, e escraviza.
Juízes 16.21: "Então, os filisteus pegaram nele, e lhe vazaram os olhos, e o fizeram descer a Gaza; amarraram-no com duas cadeias de bronze, e virava um moinho no cárcere".
Os filisteus fizeram de Sansão um instrumento de chacota.
Dagom parece ter vencido a batalha, mais não a guerra.
 Ele vem para rancar, minando a presença de Deus,
1) Sansão foi o seu troféu diante de todos em seu templo.
2) A arca foi seu troféu diante dele em seu templo.
3) Saul foi seu troféu diante dele em seu templo.
Deus disse a Dagom meu guerreiro vem ai. Deus levantou a Davi, um homem que não abre mão da presença de Deus.

CONCLUSÃO:
O QUE FAZER PARA VENCER A DAGOM.

1) BUSQUE UMA RENOVAÇÃO EM DEUS. Juízes 17.28
2) BUSQUE AJUDA PRA DERRUBAR AS COLUNAS DE DAGOM NA VIDA.
3) NÃO ABRA MÃO DA PRESENÇA DE DEUS CONTIGO. SEJE COMO DAVI E NUNCA COMO SANSÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos pelo autor, só serão respondidos os de grande relevancia teológica, desde já agradeço pela visita.